06 de Março de 2010

São sete da manhâ. Um homem volta para casa e encontra a mulher à espera.

- Então super-Homem, estamos a chegar um bocado tarde...

- Eu explico. Lamento, mas estive com clientes...

- E estiveste a negociar toda a noite, até às sete da manhã, não foi Super-Homem?

- Deixa-me falar, se faz favor: arranquei novos clientes lá para a empresa, fomos comer a um restaurante fino e...

- E isso até às sete da manhã, não foi Super-Homem? Achas que sou parva?

- Bem, depois fomos a um bar até às três da manhã beber qualquer coisa...

- Até às três, Super-Homem? E até às sete?

- Hã... Depois fomos a um espectáculo com dançarinas, mas eu estive a ver... Nem tinha interesse, nem nada...

- Pois, Super-Homem, achas mesmo que que eu nasci ontem... Só olhaste e ficaste sossegadinho, não foi Super-Homem?

- Deixa-me explicar... Mas, por que razão não paras de me chamar Super-Homem?

- Porque só o Super-Homem é que usa as cuecas por cima das calças...

 

SELECÇÃO: José Maria Gomes

publicado por fupg às 20:21

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
25
26

28
30
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO